Faltando menos de 500 dias para a Copa do Mundo 2022, relembre a história do evento e seus campeões

Faltando menos de 500 dias para a Copa do Mundo 2022, relembre a história do evento e seus campeões

A próxima edição fará sua estreia no Oriente Médio, mais especificamente no Catar, onde sediará as 32 seleções em novembro e dezembro do ano que vem

A Copa do Mundo de Futebol se tornou o segundo maior evento esportivo do mundo, ficando atrás apenas dos Jogos Olímpicos. O torneio mundial, que ocorre a cada quatro anos, foi fundado pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), em 1928, após diversas tentativas sem resultados para a formação de um campeonato futebolístico que envolvessem várias noções.

Assim, em 1930, aconteceu a primeira edição da Copa do Mundo de Futebol sediada no Uruguai. Os motivos para escolha do país sul-americano se deram porque os uruguaios se consagraram bicampeões da competição do esporte nas Olimpíadas de 1924 e 1928. Já a segunda razão foi pelo fato do país se comprometer a pagar as despesas de todos os participantes além de construir um novo estádio para as competições.

Na época, 13 países participaram da Copa do Mundo entre eles: Brasil, Uruguai, Bélgica, Romênia, Iugoslávia, França, Estados Unidos, México, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru. Nesta edição, os brasileiros se despediram da competição ainda na primeira fase após perderem de 2x1 para a Iugoslávia. A grande final se deu entre as Seleções Argentina e Uruguaia, esta última confirmando o seu favoritismo no futebol ao vencer os rivais com o placar de 4x2.

Depois desta edição, a Itália se tornou campeã das Copas de 1934 e 1938. O primeiro título veio depois de enfrentar Checoslováquia (2x1) e o bicampeonato após derrotar a Hungria (4x2). No entanto, o evento mundial de futebol precisou ser suspenso nos anos de 1942 e 1946 por causa da Segunda Guerra Mundial, voltando somente em 1950 sendo sediada pelo Brasil.

Infelizmente, para a tristeza dos torcedores presentes no Maracanã, no Rio de Janeiro, os jogadores brasileiros acabaram perdendo de 2x1 para o Uruguai. Este, por sua vez, se consagrou bicampeão da Copa do Mundo e acabou se igualando com a Seleção Italiana.

Expansão da Copa do Mundo

Craque da Seleção Alemanha, Gerd Muller, comemorando o segundo título do país na Copa do Mundo de 1974 (Foto: Reprodução Twitter FIFA World Cup)

Craque da Seleção Alemanha, Gerd Muller, comemorando o segundo título do país na Copa do Mundo de 1974 (Foto: Reprodução Twitter FIFA World Cup)

Com o passar dos anos, o número de seleções participantes do campeonato realizado pela FIFA só aumentou. De 13 países, passaram a ser 16 entre os anos de 1954 e 1978. Já no período de 1982 a 1994, a quantidade de inscritos subiu para 24. Somente em 1998, a Copa do Mundo adotou o sistema de 32 seleções, sendo o modelo utilizado até hoje nas competições do torneio.

Desse modo, o país que sedia a Copa tem a presença garantida enquanto os demais precisam passar por um processo seletivo para conquistar uma das 31 vagas restantes. A distribuição se dá primeiro dividindo as seleções de acordo com as confederações de cada continente para que, assim, os países se enfrentem e sejam classificados aqueles que vencerem as eliminatórias. Atualmente a divisão é feita da seguinte forma: União das Associações Europeias de Futebol (UEFA): 13 vagas; Confederação Africana de Futebol (CAF): 5 vagas; Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol): 4,5 vagas; Confederação Asiática de Futebol (AFC): 4,5 vagas; Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf): 3,5 vagas; e Confederação de Futebol da Oceania (OFC): 0,5 vaga.

A imprecisão de algumas vagas é devido a repescagem realizada durante a etapa eliminatória. Se, por exemplo, alguma das seleções do AFC termina no 5º lugar e fica com meia vaga, ela precisará disputar a chance de classificação para o campeonato com outra equipe de alguma das Confederações que esteja na mesma situação.

Assim, é decidido quem entra na disputa, completando as 32 equipes. Lembrando que, a Austrália apesar de fazer parte da Oceania responde pela Confederação Asiática. A mesma coisa acontece também com Israel e Cazaquistão que acabam disputando vaga para a Copa com as seleções europeias embora não estejam localizadas na mesma região.

Depois disso, as 32 seleções definidas para participar do torneio internacional são submetidas ao sorteio para decidir em qual dos oito grupos cada equipe vai ficar - sendo cada um composto por quatro países. Segundo as regras da FIFA, nenhuma formação de grupo pode ter mais de uma seleção do mesmo continente, com exceção da Europa que possuem mais vagas.

Durante a etapa dos grupos, as equipes se revezam, acumulando três pontos por vitória e um por empate. As duas melhores seguem para a fase de eliminação composta por 16 seleções. Esta é a etapa que vários jogos acontecem ao mesmo tempo a fim de não dar vantagem para ninguém.

Em caso de empate são utilizados os seguintes critérios de pontos obtidos, diferença de gols e número de gols marcados. Se depois disso mais de uma equipe permanecer empatada, a decisão é definida por novas regras em ordem de importância: pontos obtidos em partidas entre equipes envolvidas; diferença de gols em partidas entre equipes envolvidas; número de gols marcados em partidas entre equipes; pontos de jogo limpo (ganhos por receber cartões amarelos e vermelhos); e sorteio.

Já na fase final, acontece o mata-mata onde os vencedores dos 16 grupos disputam com os classificados em segundo lugar. Quem ganhar segue na competição enquanto a seleção que perder volta para seu país de origem. E assim segue até as semifinais e finais, e em caso de empate o jogo será definido pelo resultado dos pênaltis. Atualmente, além do troféu de campeão da Copa e a medalha de ouro, o grande vencedor recebe 10% do valor arrecadado durante o evento. Na última edição realizada, em 2018, na Rússia, a Seleção Francesa levou para casa o prêmio de US$ 38 milhões.

Próximas Copas

Presnel Kimpembe, jogador da Seleção Francesa, comemorando o bicampeonato do país na Copa do Mundo de 2018 (Reprodução Twitter FIFA World Cup)

Estádio Al Janoub, localizado no Catar, com capacidade de 40 mil pessoas, pronto para receber os jogos da Copa do Mundo de 2022 (Foto: Divulgação/Comitê Catar 2022)

Apesar da pandemia, a Copa do Mundo segue viva no calendário mundial de futebol de todas as nações. O próximo evento será realizado pela primeira vez no Oriente Médio, no Catar, em 2022, sendo o único país garantido para esta nova edição. Os jogos serão distribuídos em 12 estádios e acontecerão nos meses de novembro e dezembro.

Inclusive, esta será a última vez que o campeonato acontecerá com 32 seleções. A partir de 2026, o número será ampliado para 48 seleções. Por isso, as seleções de futebol serão divididas em 16 grupos, sendo os dois primeiros colocados classificados para a fase eliminatória. Além disso, a FIFA anunciou mais uma novidade ao revelar que a Copa acontecerá em três países diferentes: Canadá, EUA e México, nos meses de junho e julho.

Campeões

Estádio Al Janoub, localizado no Catar, com capacidade de 40 mil pessoas, pronto para receber os jogos da Copa do Mundo de 2022 (Foto: Divulgação/Comitê Catar 2022)

Presnel Kimpembe, jogador da Seleção Francesa, comemorando o bicampeonato do país na Copa do Mundo de 2018 (Reprodução Twitter FIFA World Cup)

Enquanto a gente espera pela próxima Copa do Mundo, nada melhor do que relembrar os campeões das edições passadas. A seleção com mais títulos segue sendo o Brasil, com cinco. Os brasileiros também possuem duas medalhas de prata (1950 e 1998) e duas de bronze (1938 e 1978).

Além disso, o país foi a única nação que marcou presença em todos os eventos do campeonato internacional desde a sua criação em 1930. Confira abaixo a lista de campeões mundiais do futebol:

Número de Copas

Campeão

Ano

5

Brasil 

1958, 1962, 1970, 1994 e 2002

4

Alemanha

1954, 1974, 1990 e 2014

4

Itália

1934, 1938, 1982 e 2006

2

Argentina

1978 e 1986

2

Uruguai

1930 e 1950

2

França

1998 e 2018

1

Inglaterra

1966

1

Espanha

2010

Depois dessa aula sobre a história da Copa do Mundo, vamos continuar aguentando firme porque faltam menos de 500 dias para voltarmos a se emocionar e vibrar com a maior competição de futebol do planeta. Enquanto isso, vai comentando embaixo para a nossa equipe do Bets saber quais seleções vão ficar no pódio da edição de 2022, no Catar, de acordo com a sua opinião. Até mais!